Pesquisa personalizada

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Juvenal! Traz uma dose dupla de whisky!

No bar da Liga dos Campeões da Europa a bebida mais pedida nas comemorações que vararam a noite européia foi o whisky. E o mais legítimo whisky escocês. Estes valentes guerreiros da Grã-bretanha, apesar de costumeiramente serem vistos usando saias, foram suficientemente machos para apontar o dedo na cara de seus respectivos adversários e gritar “Você... Você não é homem! Você é moleque!”. Até mesmo Mel Gibson sentiria orgulho de Celtic e Rangers.

Na terça feira passada, o time dos Rangers bateu o Lyon pelo expressivo placar de 3x0. Tudo bem que o time do Lyon não é nem sombra daquele que xingou a mãe dos Madrilenos em pleno Santiago Bernabéu na temporada passada. Juvenal acha que o mau rendimento do Lyon deve-se a queda de produtividade do brasileiro Juninho no meio campo do hexa-campeão francês. Eu acho que pode até ser, mas não tenho dúvidas em afirmar que Malouda faz muita falta para seu ex clube. Mesmo assim, o Rangers mostrou ao que veio e tratou de se colocar como canditado a uma das duas vagas às oitavas em um grupo onde todos apontavam Barcelona e Lyon como favoritos absolutos. Juvenal que o diga.

Já na quarta-feira, foi a vez do Celtic mostrar a força do futebol escocês. Muitos (como eu e Juvenal) encaramos o confontro Celtic x Milan como uma espécie de revanche. Pra quem tem pouca memória, aconselho passar a fazer uso de comprimidos de Ginkgo Biloba, e relembro que na temporada passada o Celtic promoveu um fabuloso embate ao Milan, que viria a ser o campeão do ano. Talvez aquele tenha sido o confronto mais difícil que teve o Milan no seu caminho ao título, e a classificação para a semifinal só veio na prorrogação, com gol de Kaka. Desta vez o Celtic foi ainda mais incomodo aos Rossoneros, e fez o goleiro Dida ir buscar duas bolas em seu barbante, contra apenas uma que chegou a rede protegida pelo polonês Boruc, num pênalti convertido pelo dono do time, Kaka. E ainda deu tempo de Dida simular (ou não) agresssão por parte de um torcedor escocês.

Sem dúvida a escócia foi destaque nos campos da Europa pela segunda rodada da UCL, mas um post só é pouco para contar uma rodada tão movimentada e cheia de surpresas.
No decorrer da semana estarei aqui para falar de outros jogos. Enquanto isso fiquem com as fichas dos jogos “Celtic x Milan” e “Lyon x Rangers” porque eu tenho que chamar o Juvenal, antes que o whisky acabe.


FICHA TÉCNICA:
LYON (FRA) 0 X 3 GLASGOW RANGERS (ESC)
Estádio: Gerland, Lyon (FRA)
Data/hora: 2/10/2007 - 15h45min (de Brasília)
Árbitro: Tom Henning Ovrebo (NOR)
Cartões amarelos: Squillaci e Réveillère (LYO); Weir, Ferguson e Thomson (RAN).
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: McCulloch, 23'/1ºT (0-1); Cousin, 3'/2ºT (0-2); Beasley, 8'/2ºT (0-3).
LYON: Vercoutre, Réveillère (Clerc, 36'/2ºT), Squillaci, Anderson e Grosso; Bodmer (Ben Arfa, 15'/2ºT), Juninho e Källstrom; Govou, Baros (Keita, 15'/2ºT) e Benzema. Técnico: Alain Perrin.
RANGERS: McGregor, Hutton, Cuellar, Weir e Papac; Hemdani, Thomson, Ferguson, McCulloch (Novo, 35'/2ºT) e Beasley (Adam, 45'/2ºT); Cousin (Whittaker, 21'/2ºT). Técnico: Walter Smith.


CELTIC (ESC) 2 X 1 MILAN (ITA)
Estádio: Celtic Park, Glasgow (ESC)
Data/hora: 3/10/2007 - 15h45min (de Brasília)
Árbitro: Markus Merk (ALE)
Cartões amarelos: Brown, Donati e McDonald (CEL); Ambrosini e Nesta (MIL).
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: McManus, 17′/2ºT (1-0); Kaká, 22′/2ºT (1-1); McDonald, 44′/2ºT (2-1).
CELTIC: Boruc, Doumbé (Kennedy, 34′/2ºT), Caldwell, McManus e Naylor; Brown, Hartley, Donati e McGeady (Nakamura, 40′/2ºT); Jarosik (Killen, 40′/2ºT) e McDonald. Técnico: Gordon Strachan.

Um comentário:

Track of Sound disse...

não li nada da parte do futebol, mas adorei a parte de meter o dedo na cara e chamar de muleque. hahaha! barraco futebolístico!

tá muito bonito seu blog!
bêjo! bêjo!