Pesquisa personalizada

terça-feira, 30 de setembro de 2008

A Liga dos Campeões da Europa e a creche do Wenger






Se Sérgio Reis estivesse frente à tv na tarde desta terça-feira, assistindo Arsenal x Porto seria forçado a concordar comigo: Panela nova também faz comida boa. Formado por garotos, com experiência de gente grande, o time londrino não tomou conhecimento da legião sul-americana que vestia a indumentária portuguesa no belíssimo Emirates Stadium, pela segunda rodada do Grupo G da Liga dos Campeões da Europa 2008/2009. O Porto até que mostrou alguma qualidade, e inicialmente conseguiu ameaçar o gol de Almunia com direito a uma bela defesa do espanhol, e a uma bola no travessão. Mas daí por diante, brilhou a estrela de Adebayor.




Sabe aquele cara com jeitão desengonçado e postura de lango-lango? Aquele fulano que chamam pra jogar na sua pelada, e ao escolher o time, por não conhecer seu futebol, você acaba deixando o sujeito por último? Pois é, essa descrição poderia ser perfeita para definir o Togolês, mas Adebayor vem se firmando nas últimas temporadas como um dos melhores atacantes do velho mundo, e um dos mais promissores para o futuro. De contrato renovado, foi o número 25 do Arsenal o principal responsável pela primeira vitória dos Gunners na Liga dos Campeões 08/09, anotando para si dois gols e uma assistência precisa. Soma-se a tal fato, a presença iluminada do ótimo holandês Van Persie, autor de outros dois gols ingleses, e o resultado não poderia ser outro: Arsenal 4x0 Porto, e o brasileiro Helton tendo que trabalhar bastante ao buscar todas as bolas no fundo do barbante lusitano.

Arsène Wenger parece ter descoberto uma ótima fórmula de administração. Compra jovens talentosos e baratos, e os vende como onerosos e consagrados craques. Resta saber se nesta temporada a, agora mais experiente, “Creche do Wenger” irá deixar de converter o investimento apenas em libras para finalmente render títulos.




Em partida do Grupo E, o Manchester United não teve dificuldades para despachar o inexpressivo Aalborg. Aliás, a zaga dinamarquesa contribuiu de forma magistral em dois dos três gols ingleses, fazendo o excelente búlgaro Berbatov finalmente desencantar e marcar seu primeiro gol com a camisa dos Red Devils, o segundo da partida. Rooney abriu o placar para o time de Manchester e o empolgado Berbatov aplicou um belíssimo voleio para decretar o placar de 3x0 para os atuais campeões da UEFA Champions League.

Confira outros resultados desta terça-feira:

Grupo E
Aalborg 0x3 Manchester United
Villarreal 1x0 Celtic
Grupo F
Fiorentina 0x0 Steaua Bucareste
Bayern de Munique 1x1 Lyon
Grupo G
Arsenal 4x0 Porto
Fenerbahçe 0x0 Dynamo Kiev
Grupo H
BATE Borisov 2x2 Juventus
Zenit St. Petersburg 1x2 Real Madrid

2 comentários:

Fellipe disse...

Ta bonito o blog, e os comentários de alta qualidade.

VLW!

Criação de Sites disse...

Legal se blog.....entende muito de uefa!